menu.gif  
 
Vacina contra HPV 6-11-16-18 em meninos

Ministério da Saúde Australiano será o primeiro no mundo a oferecer vacina gratuitamente

Em 12 de julho de 2012, o Ministério da Saúde da Austrália informou a sua população que será o primeiro país no mundo a oferecer aos meninos, gratuitamente, a vacina quadrivalente contra HPV 6-11-16-18.

A medida visa proteger os meninos contra as doenças ocasionadas pelos vírus HPV, incluindo verrugas genitais e câncer, além de reforçar a eficácia desta vacina em mulheres.

Esta vacinação começará a ser feita a partir do próximo início do ano escolar e haverá fundos para vacinar meninos de 12 e 13 anos de idade através de programas com base em escolas, do Programa de Imunização Nacional. Para os próximos dois anos também poderão usufruir da vacina meninos de 9 anos.

A Ministra da Saúde Tanya Plibersek afirmou (tradução livre):”Cada pai e mãe querem que a sua criança seja saudável e é por isso que o Governo da Austrália está liberando a melhor proteção que temos contra o câncer relacionado ao HPV com esta vacina.” E continuou: “Fazendo um programa de imunização na Austrália, nós vamos interromper doença e cânceres preveníveis relacionados ao HPV, e isto faz uma diferença na qualidade de vida das nossas famílias.” E concluiu: “A vacina contra o HPV já teve um impacto (na Austrália) – significativamente reduzindo o número de lesões que levam ao câncer do colo do útero entre as mulheres no grupo etário vacinado. Estima-se que ¼ de novas infecções serão evitadas, estendendo a vacina para os meninos.”

A estimativa de custo desta vacina para os meninos é de 21,1 milhões de dólares em mais de quatro anos. Será feita uma campanha de informação à população, o registro de vacinação e o monitoramento de possíveis reações adversas.

Frise-se que esta decisão governamental foi tomada após a recomendação do Pharmaceutical Benefits Advisory Committee, da Austrália, de incluir os meninos no programa já existente de vacinação para meninas desde 2007 (a vacina foi comercializada mundialmente em 2006), após revisão do custobenefício da vacinação.

No Brasil, há vários anos discute-se se a vacinação deve ou não ser feita aos nossos jovens. Recentemente, um conhecido ginecologista brasileiro fez uma
campanha pela internet, entre os médicos da nossa especialidade, no sentido de sensibilizar o governo federal. Alguns poucos municípios brasileiros estão vacinando as jovens gratuitamente.

O conhecidíssimo Prof. Ian Fraser, de Queensland, Austrália, Chefe e Diretor de Pesquisa do Transnational Research Institute, manifestou-se, referindo (tradução
livre): “Eu estou feliz em ver a Austrália liderando o caminho com esta importante medida de saúde pública.” Eu também estaria, caso acontecesse no Brasil,
prezado Prof. Fraser.

Fonte: www.immunise.health.gov.au

Em 2006, esta vacina foi aprovada para o uso no Brasil. Desde então, criamos a CLÍNICA ESPECIALIZADA EM VACINA QUADRIVALENTE CONTRA OS VÍRUS HPV 6, 11, 16, 18, para atender a sua clientela.

Responsável: Dr. Rosires Pereira de Andrade.

 
Rua Amâncio Moro, 77
Alto da Glória - CEP 80030-220
Curitiba - Paraná
Fone: (41) 3254-3424

pesquisa@cerhfac.com.br
Todos os direitos reservados
© CEPEME CERHFAC