menu.gif  
 
O Vírus HPV - Papiloma Vírus Humano existe em todo o mundo

Clínica Especializada em Vacina Quadrivalente Contra os Vírus HPV 6 - 11 - 16 - 18

A infecção por HPV atinge cerca de 630 milhões de pessoas no mundo. Estima-se que os tipos 16 e 18 do vírus causem de 40% a 50% dos cânceres vulvares e 70% dos cânceres vaginais, bem como 85% dos casos de câncer anal. E os homens não estão isentos desse risco. A infecção pelo HPV está relacionada à cerca de 40% dos casos de câncer de pênis e de 30% a 40% dos de câncer anal em homens. Para se ter uma ideia, oito em cada dez indivíduos sexualmente ativos entrarão em
contato com o vírus no decorrer de suas vidas.

Nos Estados Unidos, estima-se que de 75% a 80% dos homens e mulheres serão infectados pelo HPV durante a vida. Para a maioria, o HPV desaparece espontaneamente. No entanto, para aqueles que não eliminam determinados tipos, o HPV pode causar câncer de colo do útero, vaginal e vulvar em mulheres e câncer anal e verrugas genitais em homens e mulheres. Não existe uma forma de se prever quais pacientes eliminarão ou não o vírus.

HPV pode permanecer no organismo sem qualquer sintoma por meses e até anos. Os tumores malignos, por exemplo, podem demorar de 10 a 20 anos para se desenvolver. A probabilidade de contágio também é alta, varia de 50% a 80%, e o vírus pode ser transmitido mesmo que esteja latente (sem manifestação visível).

A maioria dos tipos de HPV não causa nenhum tipo de sintoma e desaparece espontaneamente sem tratamento, o que significa que muitas pessoas não sabem que são portadoras. Por esse motivo, o HPV extrapola o controle tradicional das DSTs. Pode propagar-se por meio decontato com mão, pele, roupa e objetos, embora seja menos provável. Nesse cenário, é extremamente importante levar em consideração outros meios de prevenção.

A vacina quadrivalente contra o HPV é administrada em três doses, com aplicação intramuscular. A primeira pode ser aplicada em data escolhida, a segunda dose é administrada dois meses após a primeira e a terceira dose, seis meses após a primeira. O impacto da vacinação em termos de saúde coletiva se dá pela vacinação de um grande número de mulheres em todo o mundo, com a ‘imunidade de grupo’, ou seja, diminui a transmissão entre as pessoas. O papiloma vírus humano também causa lesões mutilantes das genitálias feminina e masculina.

Nos Estados Unidos, a vacina quadrivalente foi aprovada pelo FDA – Food and Drug Administration para a prevenção de verrugas genitais. Outros cinco países –Canadá, Equador, Filipinas, Malásia e Macau – aprovaram a mesma indicação. No Brasil, a ANVISA também aprovou, em maio de 2011, para uso em meninos e homens de 9 a 26 anos de idade, para prevenção de verrugas genitais.

Em 2006, esta vacina foi aprovada para o uso no Brasil. Desde então, criamos a CLÍNICA ESPECIALIZADA EM VACINA QUADRIVALENTE CONTRA OS VÍRUS HPV 6, 11, 16, 18, para atender a sua clientela.

Responsável: Dr. Rosires Pereira de Andrade

 
Rua Amâncio Moro, 77
Alto da Glória - CEP 80030-220
Curitiba - Paraná
Fone: (41) 3254-3424

pesquisa@cerhfac.com.br
Todos os direitos reservados
© CEPEME CERHFAC